quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Die For You 2° Temporada

Então, eu acho que a vencedora vai ser a Bruna Alcantrâ. heuehueh ela foi a única que participou da brincadeira... heuehuehuh Isso é sinal de que vcs não leem o que eu escrevo. Nossa... Decepcionada com vcs :/ Muito chateada. Maaaaas voltando, eu vou mudar umas coisas no imagine. 

Tipo, tem hora que eu esqueço de coloca "(andy), (Seu nome), (ash)", etc... ai o que eu vou fazer, vou fazer tipo nos livros que eu escrevo, vou usar o travessão no inicio das frases, e ai vcs vão saber que quando for o personagem, claro né? (Dóooh! Lerda), Pq tipo, ai quando eu esqueço, eu tenho qeu voltar do inicio concertando TUDO, e eu fico P da vida com isso, pq ja teve vezes qeu eu postava o capitulo e tinha que editar e isso é um pé no saco, mas não vou mudar nada, só acrescentar uns personagens no decorrer da historia, por isso naõ vou anunciar nada, só postar a sinopse u.u Linda ela, ahhaha, entrega uma parte da história essa bandida ¬¬;

Aquui vai a sinopse da 2° temporada. 

Sinopse: 

"Olho fixamente pra televisão. O rosto desenhado perfeitamente, os lábios finos puxados em um sorriso fraco enquanto ele brinca com o piercing no canto da boca, sobrancelhas grossas, o cabelo preto e liso raspado de um lado, e os olhos azuis... Olhos que me visitam todas as noites quando coloco minha cabeça sob o travesseiro. E sempre a mesma frase...
  --Demore o tempo que for necessário.


Entãaaaaaao... eu revelei um pedaço da história, mas é só pra vcs saberem como é mesmo. Vou fazer um prologo \o/ Sintam-se amadas <3 

Agora, vou mostrar outras coisas pra vcs, tipo outras coisas que eu escrevo além do Imagine do Andy. hahaha, espero que gostem.  

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Obsession: Uma aposta, uma garota, dois irmãos e um passado. 

"Merda de despertador que não toca. 
Levanto correndo da cama e vou para o banheiro fazer minha higiene como todas as manhas. Minhas costas reclamam um pouco pelo tratamento que elas receberam ontem, as unhas da Karin realmente deixaram marca, mas eu também ferrei com ela. Acho que ela não senta por uns dois ou três dias.

Desço as escadas e ando em direção a cozinha pego umas torradas, bebo um pouco de suco. Visto minha jaqueta, pego as chaves da minha moto e vou para o colégio. Provavelmente irei chegar no segundo horário. Aula com a Null. Só de pensar nela meu membro se meche dentro de mim, me lembro da amiguinha dela e o estrago que fiz nela. Adoraria uma segunda rodada, pena que ela namora o Ben.

A rua está tranquila e por isso eu posso acelerar um pouco mais. Estaciono minha moto no lugar reservado e logo encontro a Natash parada na entrada do colégio. Ela começa a andar e eu a sigo. Estamos andando em direção aos fundos do colégio e logo ela me agarra pelo colarinho da camisa e me pressiona contra a parede e sua boca toma conta da minha. Puxo seu cabelo e ela geme na minha boca e logo minhas mão descem em direção a barra de sua blusa e eu a tiro. A minha blusa também é tirada do meu corpo e minhas mãos começam a massagear seus seios puxando seus mamilos para que fiquem duros, o que logo acontece. Ela morde o lóbulo da minha orelha e eu abro os olhos. Merda. A Null null está parada do outro lado com os olhos arregalados, logo a imagem dela nua na minha frente toma posse do meu corpo e eu olho pra Natash. Minha excitação some. 
Puta que pariu!
(Parte extraída do primeiro capitulo "With every step we take were falling apart", Livro "Obsession: uma aposta, uma garota, dois irmãos e um passado" - Autora Gabriela Souza)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Filha do Coveiro
"Eu sei que você provavelmente deve estar achando que eu sou neurótica, mas tenho toda a certeza do mundo que se você tivesse sofrido o assédio que eu sofri até 19 anos - idade em que eu fugi - você me apoiaria em qualquer coisa.
Pois bem. Brian Sánchez, se resume ao maior pesadelo de todos. Além de mortalmente lindo e sensual ele é muito malvado, mas muito mesmo. Ele é aquele tipo de cara que cheira a encrenca e que seus pais proíbem que você se aproxime. Branco, cabelos negros, olhos azuis, boca avermelhada, pescoço grosso, ombros largos, bad boy. Tudo isso em um pacote completo pra você.
Não, eu não sou apaixonada por ele. Eu tenho medo dele. Ele me fez sofrer muito, me disse coisas horríveis, e me fez fazer coisas que eu nunca faria na vida.
Uma vez, quando eu tinha 15 anos, ele disse que meu pai estava me esperando perto da árvore de tamarindo, que fica a quase 1km de casa. Era mentira. Ele usou dessa desculpa pra eu ir la. Quando eu cheguei, ele me obrigou a ficar só de calcinha e sutiã e amarrou minhas roupas no alto da árvore e mandou eu ir buscar. Quando eu fui buscar, ele veio atrás de mim sem que eu soubesse, me pegou por trás, prendendo meus pulsos. Amarrou minhas mãos em um galho próximo e usou minha calcinha como mordaça. Maravilhoso ne? Só que não. Depois disso, ele disse que iria fazer o que quisesse comigo, e foi exatamente o que ele fez. Ele me possuiu, me fez sentir dor e prazer ao mesmo tempo em que quebrava minha integridade e minha alma - como sempre e sem pedir permissão - e me fazia chorar.
Eu era inocente demais. Tinha medo demais. Chorava demais. Nunca consegui ir contra nada, sempre fazia tudo o que eles mandavam sofrendo em silêncio. Talvez esse fosse o meu maior erro. Aceitar."
(Parte extraida do terceiro capitulo "Brian Sánchez", livro "A filha do Coveiro" - Autora: Gabriela Souza)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Isso aê meninas, espero que gostem. Os dois estão publicados em duas redes sociais "Social Spirit" e "Wattpad", se vcs se interessarem em ler, gostarem e talz, gostaria que me ajudassem a divulgar e que comentassem se pudessem u.u, aqui abaixo segue o link: 



Isso aê, 
xoxo, 
comentem. 

Gaby :*

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Bônus Especial

Medo, medo, medo, quem quer brincar do jogo do medo, medo, medo? 
Medo, medo, medo, quem quer brincar do jogo do medo, medo, medo? 
Um monstro, 
Um grito, 
Uma vitima, 
Uma morte,
Tenha certeza, eu estou atras de você.

Medo , medo, medo, quem quer brincar do jogo do medo, medo, medo?
Medo, medo, medo, quem quer brincar do jogo do medo, medo, medo?
Corra, 
Se esconda, 
Fuja,
Peça ajuda, 
Não importa, eu vou te encontrar.

Ele canta para mim.

Papai está chegando perto de mim, e eu estou escondido dentro do armário. Será que ele me viu entrando aqui? A mamãe tá aonde?

"Mamãe vem me salvar, por favor!", peço em silêncio.

O ursinho em meus braços sorri pra mim. Foi a mamãe que me deu de presente de aniversário, disse que ele ia me proteger dos monstros da noite. Abraço ele mais forte, e olho pra ele pedindo que me proteja do papai. Ele está bêbado hoje de novo, e ele tá me procurando pra me bater.

(Pai): Marcus! Apareça. O papai só quer brincar com você. - ele diz olhando embaixo do berço da Aninha, minha irmã mais nova.

Fico em silêncio.

(Pai): Filho... O papai vai te encontrar. Não adianta você se esconder! Vou cantar a sua musica de ninar novamente, e se você não aparecer quando ela terminar... O papai vai ficar muito bravo!

Prendo a respiração quando ele passa perto do armário e começa a cantar. Eu estou tremendo, e não sei o que fazer. 

Cadê a mamãe?

Ele senta do lado do berço da Aninha, de frete para o armário onde eu estou e fica se balançando na cadeira enquanto canta.

(Pai): Medo, medo, medo, quem quer brincar do jogo do medo? - olho pela gretinha do armário e vejo ele passando as costas da faca nas pernas da Aninha.

Mamãe, cadê você? Eu to com medo!

Minha irmãzinha começa a chorar e eu me controlo pra não ir lá. Se eu for ele vai me bater. Então tudo acontece muito rápido; a musica termina e o papai some. A porta do armário onde eu estou é aberta e eu caio no chão junto com o ursinho. Ele fala alguma coisa que eu não entendo, e  pega no meu cabelo me arrastando pelo quarto. O choro da Aninha aumenta, e só então percebo que é meu próprio choro.

Porque papai tá fazendo isso comigo?

(Eu): Papai! Me solta! Por favor! Tá doendo! Socorro! - grito.
(Pai): Quê isso filho? O papai só vai brincar de médico com você.
(Eu): Não, por favor! Mamãe! Mamãe me ajuda! O papai tá me machucando!
(Pai): Ela não vai te ouvir. Sabe por que? - fico em silêncio - Ela está morta, e você logo logo vai estar também.

Meu coração se acelera e as lagrimas saem ainda mais rápido que antes.

A mamãe... morreu?

Por um segundo todo o barulho some e parece que estou surdo. Meus pensamentos gritam na minha mente e tudo o que eu consigo é gritar.

Por quê? 

Por quê? 

Por que a mamãe? 

Por que não foi eu? 

Por que o papai tem que beber? 

Por quê?

Começo a me debater e então estou livre das mãos do papai. Me levanto do chão e desço as escadas correndo, alguém tem que me ajudar. Atravesso a sala, mas acabo caindo e cortando minhas mãos. Olho pra trás e vejo o papai segurando meu tornozelo. Seu nariz tá sagrando e ele tenta me convencer a não gritar e ficar com ele, mas eu não quero. Ele vai me machucar de novo.

Olho para o lado e vejo o corpo da mamãe jogado no chão. O vestido amarelo dela está com umas manchinhas vermelhas. Eu grito e ela não acorda.

Por que a mamãe não acorda? 

Ela não pode estar morta! 

Grito até minha garganta sangrar, e sinto meu corpo sendo arrastado pelo chão junto com o tapete. Apoio minhas mãos no chão e com a outra perna começo a chutar o papai. Ele me bate, mas mesmo assim eu não paro. Não consigo. A dor está tomando conta de mim.

Por que você matou a mamãe? 

Por quê? 

De repente estou sendo puxado pra longe do meu pai, e então consigo perceber o que está acontecendo. Um policial está apontando uma arma para o papai, ele está sendo preso. Outro está me levando pra fora de casa nos braços; meu corpo tá tremendo, e o ursinho na minha mão tá cheio de sangue... Vejo a Helena junto com o pai dela e o garoto da casa do lado, Andy, eu acho. Ela está tão linda... Ela parece a mamãe. Tem os cabelos encaracolados da mamãe. Tenho que parar de chorar pra mostrar a ela que sou homem de verdade, homens não choram...

A Helena corre até mim e me abraça assim que o policial me coloca no chão. Tentam me afastar dela, mas meus braços se recusam a sair de onde estão, e sinceramente, eu também não quero que eles saiam. Ela passa a mão no meu cabelo e sussurra no meu ouvido dizendo que tudo vai ficar bem, eu não acredito muito, mas sorrio pra ela mesmo assim. Ela limpa minhas lagrimas e me beija na testa. O policial diz que preciso ir ao hospital, eu não quero, mas a Helena disse que vai comigo. Se a Helena vai comigo, então eu vou, ela prometeu ficar comigo.

"Um cuidando do outro", ela disse. "Para sempre." 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ufa.. Terminei. Enfim, eu sei que demorei PRA CARALHO, mas enfim, eu fiz uns 30 bonus e não gostei de nenhum, e esse foi o que mais me agradou, não sei se vai agradar a vcs mas... Pelo menos eu tentei. Os outros ficaram... Não sei nem explicar '-' Enfim. Esse é o bonus de Die For You 1º temporada.

Sobre a "enquete" - que na verdade, verdadeira, não foi uma enquete - eu vou seguir em frente com Die For You sem colocar algo no meio heuehuehuehe, vcs são muito curiosas, credo! Posso falar nada, tbm sou assim ¬¬, então, eu não vou colocar outros titulos, só o numero do capitulo então, e... O nome dela vai ficar (seu nome) mesmo. u.u Acho que é so isso...

Aaaaaah, BEM VINDAS LEITORAS NOVAS! Geeeeentiii eu tenho 40 seguidores aqui <3 Suas lindas eu amo vcs <3 outra coisa incrivel foi eu ter 63477 vizualizações, tipo... Eu não imaginava nem 100, imagine lá 63 mil! PORRA, VCS SÃO FODAS! *--*

Muito obg, por acompanharem, até o primeiro Capitulo de Die For You 2º Temporada.
Aaaaaaah, outra coisa >> Eu não sei, mas eu gostaria de participar de uma fic, nem que fosse assim.. em um capitulo. Então, se vcs quiserem participar DESSA fic linda (sqn) que eu faço, é só vcs no comentario dizer que quer e o POR QUE. Quem me convencer faz participações especiais durante a 2º temporada \o/ 

ehuehueheuhe, isso ai e divulgação de Imagine \o/
Aqui www.imagineandrewsix.blogspot.com , esse é o da Cah, espero que gostem, quando eu tiver um pouco de tempo, eu também vou ler >< .
Xau meninas, até o Die For You 2º Temp. <3
xoxo.
Estão vendo? Até o Andy está esperando. Essa coisa GOSTOSA <33333