terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Die For You 16

*VC ON*
Acordo com uma dor de cabeça infernal. Algo me diz que hoje vai ser um dia daqueles. Com muito esforço me levanto da cama e vou ao banheiro tomar um banho. Me olho no espelho e vejo a mesma figura palida de olhos inchados de sempre.

Suspiro.
Ultimamente não ando dormindo bem. Meus pesadelos andam me perseguido como nunca. Me viro de costas para a figura a minha frente e me encaminho relutante para o chuveiro. Tomo um banho com a agua morna e fico pensando no que houve ontem. Meu coração se parte en mil pedaços, e eu me sinto como se não merecesse nada disso.

Começo a pensar na Amy. Ela faz de tudo por mim. Cuida de mim como se fosse a filha dela e eu fico por ai morrendo de amores pelo filho dela. Que merda de ser humano eu sou? Sinto as lagrimas arderem nos meus olhos e eu decido sair do chuveiro antes que comece a chorar. Me enrolo na toalha e saio.

Quando chego no meu quarto encontro o Andy sentado na minha cama, de mãos cruzadas e com o olhar longe. Fico o observando por alguns minutos, acalmando meu coração então quando  consigo recobrar a consciência falo.

(Você): Bom Dia Biersack. O que vc está fazendo aqui?

Ele olha pra mim no momento em que falo e me olha de cima a baixo e vejo seus olhos brilharem. Então me lembro que estou nua, somente com a toalha me cobrindo. Sinto meu rosto arder. Ele sacode a cabeça e me olha no fundo dos olhos como se procurasse uma resposta, então respira fundo e diz.

(Andy): Oi. - ele sussurra.
(Você): Oi. O que vc ta fazendo aqui?
(Andy): Queria falar com vc.
(Você): Comigo? Pq?
(Andy): Pq so vc pode me ajudar.

Sinto um arrepio me percorrer o corpo. Engulo em seco.

(Você): Eu?

Ele confirma com a cabeça.

( Você): Então diga.

Ele respira fundo e olha pra as mãos, por um momento penso que vai desistir de me dizer. Então, de uma hora pra outra ele levanta o rosto e olha pra mim determinado e diz:

(Andy): (seu nome), vc me ama?

Meu mundo para junto com a minha respiração e eu me pergunto se ouvi a pergunta direito. Ele continua a me olhar firme, mas agora seus olhos contém uma sombra de medo e dor. Fico com medo de dizer minha resposta. Claro que eu o amo! Mas simplesmente não posso... Novamente aquela vontade incontrolável de chorar retorna e eu sinto meu corpo tremer, me sinto só. E quero fugir dali.

Eu olho pra ele e ele continua esperando minha resposta imóvel como uma estatua e eu me controlo para ficar impassível, sem demonstrar nada. Solto um suspiro, e percebo que estava prendendo a respiração. Me dirijo até a porta e abro-a para que se retire. Não vou responder essa pergunta, vai doer muito e eu não quero mentir pra ele.
Ele entende o que eu faço e se levanta.

(Andy): Me desculpa. - ele sussurra e não olha pra mim. - pensei que houvesse alguma esperança de... - ele balança a cabeça como se estivesse perdido, passa a mão pelo cabelo e sai do meu quarto. Meu coração afunda e eu desejo morrer naquele instante.

Assim que ele sai eu fecho a porta. Não aguento mais segurar o choro e finjir que esta tudo bem. Me jogo na cama e choro como uma criancinha perdida,  me entrego ao choro. Não consigo acreditar no que eu acabei de fazer. Quero ir atras dele e o abraçar e beijar pelo resto da minha vida com todo o fervor da minha alma e com todo o meu amor, mas não posso! Eu não devo fazer isso.

Continuo chorando ate que eu me lembro que não estou vestida. Me arrumo e pulo a janela. Não quero que ninguém me veja. Vou pra meu esconderijo - quer dizer, o lugar que o Josh me mostrou - e levo meu violino junto comigo.

*VC OFF*
*ANDY ON*

Eu cheguei da festa na casa do Ash com uma dor de cabeça infernal e disposto a acabar com ela. E o nome dessa dor de cabeça era: (seu nome). Eu juro que eu tentei. Lutei contra mim a noite toda. Mas eu preciso saber se ele me ama tbm. Então vou ate o quarto dela e percebo que esta tomando banho, então eu a espero.

Minha coragem vai diminuindo a medida que o tempo passa, e eu resolvo ir, mas ela aparece perfeita como sempre. Mas ela esta de toalha e não consigo tirar os olhos dela. Daquela pele perfeita, da boca, dos olhos, pernas... Tudo nela é perfeito e eu a quero. Preciso dela comigo, mas acho que ela não gosta de mim.

Eu então conto a ela o meu motivo da visita, mas ela não me responde e simplesmente me manda embora. Fico muito mal, com a cara no chão e o coração destruido. Onde eu tava com a cabeça? Claro que uma menina como ela nunca iria se interessar por mim. Então eu saio do seu quarto disposto a esquecer essa história toda. Ela deve gosta do Josh. Esse pensamento me atormenta. Eu odeio ele. Sei o que ele faz com meninas como ela, mas e se ela gostar dele? Juro que não sei o que eu faço.

Vou para a garagem tocar um pouco. Preciso disso. Quando alguem aparece por tras de mim tampando meus olhos.

(Xxxx): Oooi.
(Andy): ....

-------------------------------------

Espero que vcs gostem do fundo do meu coração, eu tive uma repentina inspiração e resolvi escrever.
Percebi que tenho umas leitoras novas \o/ Seja bem vinda meu anjoo!  A Julia Elena e a outra menina que eu nao lembro o nome pq sem querer eu acabei tirando a postagem em que ela comentou. Me desculpa. Eu fiz merda aqui, me perdoe.

3 comentários:

  1. Haaaaaaaa ta perfeito de mais, continuaaa logo sua gata perfeita :3...Fiz divulgação dos blogs que eu mais amo e o seu está incluido :3...Bjss de Vampire

    ResponderExcluir
  2. oie eu vou nova aqui e tou gostando mt .. pfv CONTINUA linda .. ta tudo tão perfeito .

    ResponderExcluir