quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Die For You 15

Galerinhaaa!
Desculpa ter sumido por tanto tempo. Eu to sem pc, sem celular... Tá uma coisa de doido aqui. Eu conseguir vir numa lan house pra postar um capitulo pra vcs... Tá pequeno, me desculpem. Tbm não deu pra colocar imagens, meu tempo tá acabando. Me desculpem, serio mesmo. Depois respondo vcs por aqui. Vou voltar a escrever todos os dias. Vou ganhei um celular novo \o/ Basta ele chegar agora. --'

Enfim, espero que gostem.
BVBeeijos,
-Gaby ;*


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Acordo no dia seguinte, e olho meu celular, e tinha várias mensagens do Andy e do Josh, eu o deixo de lado e vou tomar um banho, antes passo no espelho e vejo meu cabelo armado pra matar alguém '-' , eu riu disso, e vou pra o banheiro. Quando volto ao meu quarto, vejo uma vara de cutucar estrelas encostado na porta do meu quarto.

Ele me olha de cima a baixo e um sorriso malicioso se forma em seu rosto, e eu me sinto corar. Ele se endireita e fecha a porta do meu quarto ainda olhando pra mim, e se encosta nela. Eu sinto os olhos dele observando cada detalhe do meu corpo.

Olhos. Boca. Pescoço. Seios. Mãos. Pernas.

Ele para em minhas pernas, as encara e morde os lábios e volta ao meu rosto.

(Você): O que foi? Nunca me viu não foi? *eu o encaro*
(Andy): Não assim *o sorriso em seu rosto aumenta e ele começa a vir em minha direção*
(Você): É.. É... O-o que v-vc veio fazer a-aqui? *começo a gaguejar - Idiota - os olhos dele começam a transparecer desejo, e ele morde os labios outra vez*
(Andy): Pq está gaguejando?
(Você): E-eu não to gaguejando. - merda! Pq eu to gaguejando?
(Andy): *o sorriso dele se abre mais ainda*
(Você): Andy?
(Andy): ...

Ele vai se aproximando cada vez mais de mim, e me olhando da mesma forma que ele me olhou depois do nosso primeiro beijo no jogo em que o Ashley escolheu a consequencia por ele. "Merda o que eu to fazendo? É serio que eu to me deixando seduzir por essa girafa preta? Aaah, mas... Mas eu ... Mentira, eu não gosto dele. Ele é como se fosse um irmão pra mim, não pode! MERDA BIERSACK PARE DE FAZER ISSO COMIGO!", meus pensamentos gritavam em minha cabeça, e eu não sabia mais o que fazer. Ele me encosta na parede, e suas mãos estão em minha cintura e uma delas puxa meu cabelo fazendo minha cabeça inclina para baixo, fazendo com que olhe em seus olhos que agora queimam em mim.

(Você): Por favor Andy... Não faz... Não faz...

Eu não consigo formar uma frase concreta na minha cabeça com ele tão perto.

(Andy): Isso?

Ele passa a mão para a minhas costas e pressiona seus labios junto aos meus, me querendo, e eu respondo da mesma forma. MASOQ?! Eu não posso querer isso! Mas eu quero! Eu o quero pra mim! Oh Andy, o que vc tá fazendo comigo?
Ele continua me beijando, cada vez mais exigente, seu beijo exprime desejo e... amor? Não, claro que não. Ele ama a Scoot, não eu. Sinto uma vontade imensa de chorar. Pq quero chorar? Ele não me pertence mesmo... Nunca pertenceu. Não posso fazer isso. Não aqui, não sabendo que ele ama a Scoot.

Paro de corresponder.

(Andy): O que foi? - ele me olha confuso. - Eu fiz algo errado? Algo que vc não gostou?
(Você): Andy... só... Me deixa em paz... Isso... - respiro fundo - Isso não vai dar certo. Vamos continuar do jeito que estavamos. Não quero isso pra mim.
(Andy): Mas...
(Você): Não Andy. Nada de mas. Agora, se me der licença, quero ir dormir.

Eu o afasto de mim, e vejo dor e confusão em seu rosto. Pq vc tá assim Biersack? Vc não me ama mesmo. Começo a andar em direção a porta e ele segura meu braço.

(Andy): Me diz... Pq vc tá agindo assim? - ele sussurra
(Você): Tchau Andy. - não consigo olhar nos seus olhos, me solto e vou.

Eu abro a porta do meu quarto pra que ele saia, e ele se retira. Fecho a porta e desliso até o chão e junto minhas pernas ao meu corpo e abaixo a cabeça.

"Pq eu tenho que fazer isso? Pq ele tem que fazer isso? Pq tem que ser tão dificil? Ele é como um irmão pra mim, e irmãos não se apaixonam! A gente não pode ficar junto, ele namora a Scoot, isso tá errado! Merda Andy! Vc complica tudo. Vc ME complica. Mas ao mesmo tempo... Vc me traz paz. Pq vc faz isso comigo?! "

Eu não consigo me segurar mais. As lagrimas escorrem pelo meu rosto, quentes e salgadas, e sinto vontade de gritar, mas me controlo. Não quero preocupar a Amy, e nem que ele saiba que eu chorei.

*VC OFF*

*ANDY ON* 

Não entendi pq ela fez isso. Pq ela me mandou embora? Isso é um adeus? EU NÃO CONSIGO ENTENDER ESSA GAROTA! Num momento em que ela me corresponde, ela para e vai embora. Pq ela tem que ser tão confusa?

Na hora em que ela me mandou sair do quarto eu ainda continuei parado em frente a porta dela, até que meu celular tocou e eu atendi. Era o Ash.

*ligação on*

(Ash): Viiiaadoo! Vem aqui, tá rolando a  maior festa aqui em casa, e só tá faltando vc!
(Andy): Eu não to com espirito de festa não.
(Ash): Desde quando? Quem é vc e o que fez com o Andrew?
(Andy): Idiota... Tá bom eu vou, eu to precisando arejar a cabeça.
(Ash): Isso mesmo. Aproveita e tras aquela sua amiguinha. - ele ri por tras do telefone.
(Andy): A (seu nome)? Não.. Acho melhor não. A gente meio que brigou. Ela tá me evitando.
(Ash):  o que tu aprontou?
(Andy): Nada! Eu só beijei ela.
(Ash): Mas vc não tá namorando a Scoot?
(Andy): Isso não é namoro cara. Ela mal fala comigo. Ela nunca tem tempo pra mim e nem eu pra ela. E dps...
(Ash): Eu já sei. Vc tá gostando da (seu nome)!
(Andy): Morre Ashley! Claro que não!
(Ash): É sim! Tá gostando da (seu nome), tá gostando da (seu nome)! uehuheueheu
(Andy): FDP, daqui a pouco eu to ai.
(Ash): Tá gostando da (seu nome).
(Andy): VSF.

Desligo na cara dele.

*ligação Off*

Eu quero chamar ela, mas... Acho que ela não vai abrir a porta pra mim, então eu desço e pego meu carro e vou pra casa do Ash.

"Será que eu to gostando dela? E se tiver? O que eu vou fazer? O meu namoro com a Scoot esfriou mesmo... Há muito tempo ela não é a mesma comigo. Quando ela voltar de viagem vou abrir o jogo e terminar com ela. É o melhor que eu faço. Mas e a (seu nome), e se ela não gostar de mim? Para Andrew, ela nunca que iria gostar de vc. Se gostasse não teria parado o beijo. Mas e se ela parou pq sabe que eu namoro com a Scoot? Idiota! Idiota! Idiota! Ela só ti enxerga como irmão! Claro! Mas aquilo que aconteceu com a gente... Aquele beijo na festa..."

~Lembranças do Andy On~

(Você): VAI ANDY ESCOLHE LOGO PORRA! 
(Todos-vc): O.O Vish '-' 
(Ella): Essa é a minha garota. u.u 
(Você): rs *fica sem graça* 
(Eu - andy): Não, prefiro que eles escolham! 
(Você): Ai meu corassaum! '-' 
(Ash): Eu escolho. Vcs concordam?
(Todos-Vc&Andy): Sim! 
(Você): Eu não! o/
(Ash): A maioria vence então eu escolho. 
(Você): Quero nem ouvir '-' 
(Ash): Em respeito a meu irmãozinho que é apaixonado por vc, mas que ainda tá namorando com a Scoot nem sei porque... 
(Você): Pera, o Andy? Aquele Andy *aponta pra mim* é apaixonado por mim? HAHAHAHAHAHA, é pra rir?
(Sammi): Só vc que não percebeu isso ainda. ¬¬
(Você): -sqn
(Eu): *fico em silencio*
(Ash): Enfim, eu vou escolher. Eu quero que a (seu nome) ...
(Eu): *interrompo o ash* Não, já sei o que eu quero, mas eu não quero que vcs saibam. Com licença, (seu nome), venha comigo. 
(Você): Me pegue servo u-u 
(Eu): Mas... Tá bom madame. 
(Você): Vc é pago pra isso ç.ç

Eu sorrio e pego ela no colo, e todo mundo fica olhando com aquela cara tipo: Huum... danadinhos... O que vcs vão fazer? - a gente ignora eles e eu levo ela pra um quarto. 

(Você): O que vc vai fazer servo?
(Eu): Primeiro , tirar a gente e perto daquele bando de pevertido. heuheueh 
(Você): Mandou bem o/ E agora? 
(Eu): Não sei... EU quero fazer uma coisa, mas não sei se vc vai querer. 
(Você): Como vc sabe se vc não me disse?
(Eu): Verdade... *penso um pouco* Se vc não gostar promete que me diz?
(Você): claro, ainda ti dou umas porrada ainda u.u
(Eu): Okok.
(Você): O que é?
(Eu): Acho que a gente já conversou de mais.

Eu a puxo pra mim e a beijo. Simplesmente não consigo resistir a aquela boca incontrolavel que só sabe falar. Felizmente ela me corresponde. Eu a encosto na parede e o beijo vai esquentando, eu naõ aguento mais, eu preciso dela, eu a quero pra mim. Eu coloco minha mão em sua cintura e pressiono meu corpo contra o seu na parede, as mãos dela vão para o meu cabelo e ela puxa. E eu faço o mesmo. Levo minhas maõs ao cabelo dela o puxo delicadamente, de modo que ela olhe pra mim. Olho para ela enquanto tentamos recuperar o folego. Nunca pensei que fosse querer tanto uma pessoa dessa forma. Ela é diferente.
Não resisto e volto a beijar ela, e peço que ela prenda as duas pernas em minha cintura e ela assim o faz. Eu tiro sua blusa e a deito na cama. Eu quero estar dentro dela. Agora. Ela tira minha blusa e eu a ajudo. Continuamos nos beijando e eu vou deixando beijos e mordidas em seu corpo.

Boxexa. Pescoço.

Me detenho em seus seios, e tiro seu sutiãn e mordo o seu peito. Ela se contorce e percebo que sua respiração fica descontrolada como a minha, então solta um gemido que ressoa na minha alma e nas minhas entranhas me deixando louco. Eu volto a beija-la e ela crava as unhas nas minhas costas e me arranha.
Eu paro. Não posso fazer isso. Não com a Scoot. Não com ela bebada. Não posso! Eu me afasto dela e ela parece confusa.

(Eu): Desculpa... Mas... Eu naõ posso fazer isso com vc.
(Você): M-mas pq?
(Eu): Vc tá bebada. Naõ é certo isso.
(Você): Nada do que fazemos ou sentimos um pelo outro é certo Andy.
(Eu): Pois é. Mas não quero que seja desse jeito. Vem. Vamos dormir.

Pego minha blusa e visto nela. Ela se deita de costas pra mim e eu deito atras dela e a abraço. Sinto o cheiro de seu cabelo e me acalmo.

(Eu): Durma anjo.

Observo-a adormecer e ela se parece realmente com um anjo. Ela é tudo o que eu quero. O que eu preciso. Meus olhos começam a ficar pesados e eu adormeço.

~Lembraças do Andy Off~

O que eu faço?

Chego na festa e tá a maior zuada.

*ANDY OFF* 

*VC ON*

Eu consigo parar de chorar e vou tomar um banho. Visto meu pijama, e vou dormir. Acho que o Andy saiu e a Amy tbm. Nem quero pensar em como vou encarar o Andy amanhã.